dezembro-laranja.png

1 de dezembro de 2019 Dr. André LauthDoenças0

Dezembro é o mês da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD, que esse ano vem com o tema “Um Sinal Pode Ser Câncer”.
.
O câncer de pele é o mais comum no Brasil e corresponde a 33% de todos os tumores malignos registrados no país, segundo dados do INCA – Instituto Nacional de Câncer.
.
Por isso, o objetivo da Campanha é disseminar para a população o valor dos cuidados com a pele e do uso do protetor solar, os riscos da doença e a importância do diagnóstico precoce para evitar mutilações ou danos maiores.
.
A melhor forma de previnir o câncer de pele é investir no protetor solar. O ideal é que o filtro solar tenha um FPS (proteção contra UVB) 30 ou maior e PPD (proteção contra UVA) com, pelo menos, 1\3 do FPS.
.
Por isso, faça parte da Campanha disseminando a informação e usando protetor solar!
__
Dr. André Lauth
CRM-PR 21.744 RQE 21.188
📱 41. 3029-4050
📩 [email protected]
🖥 Dermatologista Curitiba


dermatologista-Curitiba-tratamento-rugas-homens.png

23 de outubro de 2019 Dr. André LauthProcedimentos0

Assim como para as mulheres, a aplicação da toxina botulínica é indicada para aqueles que querem suavizar as rugas e as linhas de expressão da testa, “pés de galinha” e região entre as sobrancelhas (glabela). A diferença fica por conta da dosagem e dos pontos de aplicação. Por terem uma pele um pouco mais espessa e uma expressão facial mais forte, geralmente, a dose aplicada nos homens é um pouco maior. A aplicação é feita nas áreas que se deseja suavizar e 72 horas após o tratamento já é possível perceber alguns efeitos. Em até duas semanas é possível desfrutar do resultado final e o efeito dura cerca de 6 meses, quando é indicado realizar o procedimento novamente. A intenção da aplicação é trazer um aspecto mais jovial, harmônico e natural ao rosto.

O Botox é indicado para os homens a partir dos 30 anos, mas os mais jovens com rugas bem aparentes também já podem realizar o tratamento. 

Procure um dermatologista em Curitiba para realizar o tratamento.


Cópia-de-O-corpo-precisa-de-descanso-a-mente-de-paz-e-o-coração-de-alegrias.-Boa-noite-meu-amor.png

21 de outubro de 2019 Dr. André LauthRecomendações0
É tempo de Outubro Rosa, campanha nacional de combate e conscientização sobre o câncer de mama. O tumor maligno que ataca o tecido mamário é o 2º mais comum nas mulheres no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA, logo atrás do câncer de pele não melanoma. O Brasil figurava, em 2018, na segunda faixa mais alta de incidência de câncer de mama entre os todos os países, com uma taxa de quase 63 casos para cada 100 mil mulheres.
O diagnóstico precoce aumenta muito as chances de cura. Por isso, você, mulher, não deixe de realizar as mamografias e consultas periódicas com seu ginecologista.
📌Sintomas
É preciso ficar atenta aos sinais como dor, nódulos, irritação e inchaço na mama. Além desses sinas, é preciso observar também a irritação em algum dos mamilos, descamação, prurido, vermelhidão e até queimação ou coceira. Esses sintomas são característicos da Doença de Paget, um tipo raro de câncer de mama envolvendo a pele do mamilo. Este tipo de câncer de mama começa nos ductos mamários e se dissemina para a pele do mamilo e para a aréola.
📌Câncer de mama e a pele
Para quem está passando pelo tratamento do câncer de mama, seja ele cirúrgico, quimio e/ou radioterapia, alguns problemas de pele podem vir a surgir. Os mais comuns são queimaduras na pele (no caso da radioterapia), ressecamento da pele, coceiras, alterações na pigmentação, surgimento de acne, problemas nas unhas, sensibilidade ao sol e queda dos cabelos, entre outras. Na maioria dos casos o oncologista, ginecologista ou mastologista está apto a prestar as orientações iniciais no tratamento destes problemas, mas caso haja qualquer tipo de dificuldade, nós dermatologistas, teremos prazer em ajudar.
 
__
Dr. André Lauth
CRM-PR 21.744 RQE 21.188
📱 41. 3029-4050

dermatite-e-rosácea-dermatologista-curitiba-1200x664.png

13 de maio de 2019 Dr. André LauthImprensa0

Recentemente, conversei com a equipe do Programa Ver Mais, da RIC/TV-Record, sobre os cuidados que devemos ter com pele nos períodos de temperatura mais baixas. Além disso,  falamos sobre a dermatite atópica e rosácea e a necessidade de procurar um dermatologista para tratá-las. Acompanhe!

dermatologista em curitiba fala sobre os cuidados com a pele

 

Para saber mais sobre a rosácea, acesse aqui.

Para saber mais sobre a dermatite atópica, acesse aqui.


cuidado-procedimentos-esteticos-dermatologista-curitiba.png

14 de fevereiro de 2019 Dr. André LauthRecomendações0

Se você está em busca de tratamentos para combater o envelhecimento ou harmonizar a estrutura do seu rosto, os procedimentos estéticos são grandes aliados e atualmente podem até substituir uma cirurgia plástica.

Mas, o que deveria te ajudar a melhorar sua autoestima, pode te trazer ainda mais dor de cabeça. Por isso, se você quer realizar algum procedimento estético de forma segura, é bom tomar alguns cuidados:

  1. Escolha um profissional de confiança. Procure por indicação de amigos, ou mesmo opiniões na internet, mas sempre confira alguns dados antes da consulta. Todo dermatologista deve ter registro ativo no Conselho Regional de Medicina do seu estado e você encontra isso no site do CRM de cada estado. O especialista em qualquer área da medicina possui também o RQE, registro de qualificação de especialidade, que certifica que ele fez especialização ou residência médica e foi aprovado para atuação pela respectiva sociedade da especialidade. Para manter-se ativo na especialidade, ele ainda tem que comprovar atualização contínua junto à sociedade.
  2. Observe o consultório do dermatologista. Todo consultório deve ter licença sanitária para funcionar. Se não estiver exposta, questione o profissional;
  3. Tire todas as suas dúvidas antes de realizar. Não se sinta constrangido em expor seus medos e dúvidas. Um procedimento estético é um investimento alto e que envolve sua saúde. Assim, você só deve realizá-lo se estiver seguro. Se não tiver 100% de certeza, desmarque e reflita mais um pouco sobre o assunto;
  4. Conheça o material que será utilizado. Questione o dermatologista sobre as marcas das substâncias que serão utilizadas e como a aplicação será feita. Na sequência, busque mais informações sobre elas. Você tem o direito e a obrigação de saber o que está sendo injetado no seu corpo;
  5. Cuidado com as redes sociais. Não escolha o profissional com base nas fotos de antes e depois postadas nas redes, pois não há como ter certeza se aqueles resultados são do dermatologista em questão, se a imagem não foi manipulada digitalmente, se os resultados foram duradouros ou desapareceram rápido, etc. Além disso, o Conselho Federal de Medicina aconselha os dermatologistas a não postar “antes e depois” para não passar às pessoas a falsa imagem de que existem tratamentos mágicos. Todo tratamento pode trazer dor ou desconforto, tem seu tempo de recuperação e tem seu riscos, inclusive de não trazer os resultados esperados ou de ter complicações.
  6. Tomados todos os cuidados, confie na experiência do dermatologista escolhido. Existem muitos tratamentos e muitas maneiras diferentes de obter resultados semelhantes. O que muda é o paciente. Para cada pessoa, existe um tratamento mais indicado, então não fique triste se o médico disser que o tratamento que você queria não é o melhor para você.

Cuide bem da sua saúde e da sua beleza!

Dr. André Lauth

Dermatologista Curitiba


Bioestimulador-de-colágeno-Dermatologista-Curitiba-1200x1200.jpg

29 de janeiro de 2019 Dr. André LauthProcedimentos0

Os bioestimuladores disponíveis são o ácido poli-L-láctico  e a hidroxiapatita de cálcio. Eles são substâncias absorvíveis pelo nosso organismo. Mas, suas partículas possuem um tamanho específico que estimulam uma resposta do nosso corpo que termina por produzir colágeno e outros elementos de sustentação da nossa pele.


Depositphotos_137484252_xl-2015-1200x800.jpg

4 de novembro de 2018 Dr. André LauthProcedimentos0

 

Nova técnica de preenchimento facial

Uma pergunta que escuto com frequência no consultório é sobre qual a técnica de preenchimento que utilizo. Sempre ressalto que nós, dermatologistas, dispomos de uma série de técnicas. Assim, a escolha da técnica de preenchimento é feita com base na necessidade de paciente, seja ela rejuvenescimento, embelezamento e/ou correção de assimetrias. 

Dentre as diversas formas de aplicação disponíveis, está o Delta Lifting. Esta é uma técnica moderna que utiliza o ácido hialurônico não só como preenchedor, mas também como bioestimulador. O que traz melhora adicional vários meses após o tratamento.

Agende uma consulta para saber se esta é a técnica mais adequada para você!


MELASMA.jpg

7 de outubro de 2018 Dr. André LauthProcedimentos0
Você já ouviu falar em microagulhamento? Esta é uma técnica que consiste no tratamento da pele por meio de múltiplas micro perfurações. Entre outras funções, tem sido usada com excelentes resultados no tratamento do melasma.
A maneira mais comum de se realizar o microagulhamento é com o uso de um dermaroller. Este é um equipamento descartável constituído por um cabo com um tambor giratório em sua extremidade (semelhante a um rolo de pintura). Neste tambor existem 192 microagulhas (pode variar de acordo com a marca) de 0.5 até 3.0 milímetros de comprimento. Com o paciente sob anestesia, o equipamento é passado sobre a pele a ser tratada em vários sentidos, causando milhares de perfurações. Assim, estas perfurações provocam pequenos sangramentos, que atraem plaquetas e outros fatores. Os quais promoverão um processo de restruturação, renovação e clareamento da pele.
Ele é bastante usado no tratamento das cicatrizes deixadas pela acne, de manchas e do envelhecimento, em qualquer tom de pele. É indicado no tratamento do melasma, especialmente se combinado à aplicação de um clareador tópico logo após a sessão. Aqui no consultório utilizo o NewMelan R.
Por ser um método que danifica pouco a superfície da pele, pode ser utilizado nos pacientes com pele mais sensível. Bem como naqueles que não responderam bem a tratamentos mais agressivos como laser e peelings. Ainda pode ser usado naquelas com tom de pele mais escuro, onde estes métodos são contra-indicados!
E lembre-se que o melasma é uma doença da pele e não uma simples mancha! Não basta apenas clarear. O mais difícil é manter os resultados e a maneira mais segura de conseguir isso é com a ajuda de um dermatologista, o médico especialista em pele.
Agende uma consulta para ajudá-lo no combate ao melasma.

LUZ-PULSADA.jpg

6 de outubro de 2018 Dr. André LauthProcedimentos0

Luz intensa pulsada (LIP): tecnologia que emite feixes de luzes policromáticas e não colimada (em várias direções). Ou seja, são luzes diversas que emitem comprimentos de onda variados na pele, gerando calor local por meio desses disparos.
No tecido que está sendo tratado existem componentes fotorreceptivos, cromóforos, os quais convertem a energia luminosa que receberam do equipamento em calor, coagulando o tecido e ativando, também, reações químicas do organismo. Desse modo, lesiona-se somente o tecido-alvo.
Indicação
Vários estudos demonstram que a luz intensa pulsada é capaz de promover efeitos benéficos como: rejuvenescimento da pele, por proporcionar aumento na espessura, estimular a produção e reorganizar uniformemente as fibras colágenas e elásticas (responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele). Além disso, aumenta a atividade dos fibroblastos (células da derme responsáveis pela secreção das fibras de elastina e de colágeno).
Com isso, a aplicação da luz pulsada na pele envelhecida provoca a redução de telangiectasias (microvasos), rubor e vermelhidão. Também proporciona melhora da aparência de rugas finas e grossas, da textura e aspereza da pele, na redução do tamanho de poros e na secreção de sebo, na elasticidade, na redução da elastose e na diminuição de ceratoses actínicas e manchas.
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Conheça nossos outros tratamentos.

Logo-Andre-Lauth-rodape- dermatologista curitiba

Responsável Técnico:
Dr. André Lauth - Dermatologista
CRM-PR 21.744

Todo conteúdo deste site tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação.
Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Últimas Notícias

©2018 ANDRÉ LAUTH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS