Toxina Botulínica

6 de agosto de 2018 por Dr. André Lauth1

A Toxina botulínica é uma proteína produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Quando administrada oralmente em grandes quantidades, bloqueia os sinais nervosos do cérebro para o músculo, causando paralisia generalizada, chamada botulismo. No entanto, por injeção, em quantidades muito pequenas, em um músculo facial específico, apenas o impulso que orienta este músculo será bloqueado, causando o relaxamento local. Deste modo, a toxina botulínica atua como um bloqueio da musculatura subjacente das linhas indesejadas.

O tratamento envolve injeção em quantidades muito pequenas nos músculos para imobilizá-los. A terapia atual é bem tolerada, rápida e a recuperação é mínima. Alguns efeitos colaterais permanecem por cerca de três a sete dias após o procedimento. A toxina começa a fazer efeito de sete a 14 dias depois e esse efeito perdura por cerca de três a seis meses até que desaparece gradativamente, enquanto a ação muscular retorna. Com aplicações em intervalos regulares, pode ocorrer de o músculo enfraquecer e, dessa forma, as aplicações passarem a durar mais tempo.

Os efeitos colaterais são mínimos e relacionam-se com a injeção local. Dor ou edema podem surgir em torno do local da injeção. Maquiagem pode ser usada após o tratamento, mas é preciso ter cuidado para não pressionar ou massagear a área após algumas horas do procedimento. Em casos raros, os pacientes podem desenvolver fraqueza temporária dos músculos vizinhos, ou dor de cabeça, ou sobrancelha e/ou pálpebra caída, também temporariamente.

Indicação
A toxina botulínica é indicada para amenizar linhas de expressão e rugas profundas. Por exemplo, as linhas verticais entre as sobrancelhas; pés-de-galinha nos cantos dos olhos; linhas horizontais na testa e nas bandas do músculo platisma, conhecido como pescoço de peru.

Também é usada para o reposicionamento das sobrancelhas: o músculo é enfraquecido e relaxado, para não contrair. Esse tratamento previne que se formem novas rugas. Alguns músculos não podem ser tratados, pois realizam funções importantes na expressão natural de uma pessoa. É o caso do músculo que levanta as sobrancelhas e dos músculos da linha do sorriso, uma vez que eles são necessários para as expressões dessa região e até para comer.

A transpiração excessiva pode aliviar com injeções altamente diluídas da toxina botulínica, diretamente na pele das axilas ou na pele nas palmas das mãos e plantas dos pés. Há paralisação das glândulas sudoríparas da pele que são responsáveis pela transpiração excessiva. Uma única sessão de tratamento pode fornecer meses de alívio, e os especialistas acreditam que as injeções podem ser repetidas indefinidamente, uma ou duas vezes por ano.

O médico dermatologista é o indicado para realizar o procedimento.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia


1 comentário

Comentar

Seu e-mail não será publicado no comentário. Campos obrigatórios marcados com *


Logo-Andre-Lauth-rodape- dermatologista curitiba

Responsável Técnico:
Dr. André Lauth - Dermatologista
CRM-PR 21.744

Todo conteúdo deste site tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação.
Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Últimas Notícias

©2018 ANDRÉ LAUTH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS