IMG_1922-1200x1200.jpg

17 de junho de 2019 Dr. André LauthDoenças0
Causas das olheiras
tratamento de olheiras com dermatologista
fullsizeoutput_129e
tratamento de olheiras em curitiba
o que causam olheiras?

As olheiras são características pessoais, causadas pela combinação de três fatores:

1 – Profundidade da região periorbital inferior, o que causa sombra e intensifica o tom escuro. Caso exista necessidade de tratamento, a melhor alternativa quase sempre é o preenchimento com ácido hialurônico. Mas, outras opções existem e podem ser indicadas.

2 – Melanina é o pigmento da pele. Cada pessoa tem um tom de pele de acordo com a maneira como este pigmento é produzido e depositado na pele.

3 – Hemossiderina: é um pigmento que contém ferro e vem do sangue. Como a circulação sanguínea das pálpebras é muito rica, a hemossiderina acaba se depositando no local. Tanto a melanina, como a hemossiderina, podem ser removidas por produtos de aplicação tópica. Ou também por luz pulsada, laser e até com preenchimento de ácido hialurônico.

Saiba mais sobre os tratamentos.


1-1.png

13 de junho de 2019 Dr. André LauthProcedimentos0

dermatologista que faz bioestimulação de colágeno em curitiba

Os bioestimuladores do colágeno são os novos aliados no tratamento da flacidez. Os bioestimuladores são o ácido poli-L-láctico (Sculptra®) e a hidroxiapatita de cálcio (Radiesse®). Eles são substâncias que demoram alguns meses para serem absorvidas pelo organismo. Assim, durante este período, o corpo, no processo de eliminação das partículas, acaba produzindo colágeno. Isso traz melhora à pele em todos os aspectos, desde a qualidade da sua superfície até a firmeza das camadas mais profundas. Além disso, a aplicação é feita por meio de injeções, bastante semelhante aos preenchimentos.


Em geral, os pacientes que mais se beneficiam na primeira sessão são aqueles que estão entre os 40 e 50 anos de idade, mas pode ser indicado antes e é muito útil depois também.


📌O Radiesse® é especialmente indicado para o tratamento da pele das mãos, quando esta encontra-se fina e/ou com vasos sanguíneos muito aparentes. Assim como, ele promove a estimulação tecidual resultando em neocolagenese (acréscimo de colágeno), melhorando não apenas a volumetria da região tratada, mas também a qualidade da pele na região. O tempo de permanência no organismo é de aproximadamente 18 meses, sendo considerado um preenchedor de média duração.


📌Já o Sculptra permite a volumização e tratamento da flacidez da face e de diversas outras partes do corpo. Ainda, ele faz com que haja aumento na quantidade de colágeno novo na região tratada, com isso traz um rejuvenescimento real para nosso rosto, tórax, abdome, braços, coxas e glúteos. É um excelente tratamento para as celulites.

Procure um dermatologista para realizar o procedimento.

—-
Agende sua consulta:
📱 41. 3029-4050
📩 [email protected]
🖥 www.andrelauth.com.br

Saiba mais sobre os bioestimuladores



Algumas das dúvidas mais comuns em consultório sobre o uso da substância para aliviar as rugas 💉 dizem respeito à sua indicação, eficácia e durabilidade. Por isso, separei as principais e resolvi compartilhar:

✅Para que serve afinal?

A substância é uma substância capaz de bloquear a transmissão nervosa e inibir a contração de músculos específicos. Pode ser usada em qualquer condição onde se deseja reduzir a atividade muscular, por exemplo no tratamento das rugas da fronte (testa) e ao redor dos olhos (“pés de galinha”), para tratar o sorriso gengival (quando a gengiva superior aparece muito ao sorrir), as rugas e pregas no pescoço, melhorar o contorno da face e para o reposicionamento das sobrancelhas. Além disso, pode ser usada para tratar a hiperidrose (suor excessivo nas axilas) e no tratamento da rosácea e da calvície.

✅Vi uma clínica ofertando aplicação completa com 30 unidades. É suficiente para amenizar as rugas do rosto?

Primeiramente, é preciso entender que não existe tratamento 100% padronizado. Qualquer tratamento estético deve ser individualizado, levando em consideração as necessidades de cada paciente. Entretanto, como em todo tratamento médico, existe uma dosagem padrão para que se obtenha um bom resultado com duração adequada. Esta dosagem é descrita em um manual de recomendações (o chamado “consenso”) e leva em consideração décadas de estudos realizados e a experiência dos maiores experts mundiais no tratamento. Para cada região é feita uma média que, para o terço superior da face (fronte, glabela e “pés de galinha”) gira em torno de 65 unidades.

✅Quanto tempo vai durar?

Os efeitos do tratamento com toxina botulínica duram de 3 a 6 meses e a duração leva em conta uma série de fatores. Primeiramente, é necessária uma dose adequada. Doses baixas (poucas unidades ou menos que o necessário) terão como resultado uma durabilidade menor que a esperada, apesar de efeitos iniciais semelhantes. Desconfie de clínicas que ofertam um tratamento completo da face com poucas unidades. A maneira como o produto é aplicado, a profundidade e a disposição dos pontos fazem toda a diferença. Além disso, o uso de determinados medicamentos, excesso de exercícios físicos e flacidez da pele podem reduzir os efeitos da toxina.

✅Se eu não gostar do efeito dá para reverter?

Infelizmente não. Ainda não existe um antídoto eficaz para a toxina botulínica, mas existem alguns medicamentos e tratamentos que podem reverter seus efeitos parcialmente. Eles são usados, principalmente, no caso de efeitos indesejados, como a ptose (queda da pálpebra superior) ou alterações no sorriso, que podem surgir quando a toxina atinge grupos musculares que não se desejava tratar.

✅Tem mais dúvidas? Envie um e-mail: [email protected]

Procure um dermatologista para realizar a aplicação.

Quer saber mais sobre Toxina Botulínica, clique aqui.

Mais indicações para a Toxina botulínica, clique aqui.



30 de abril de 2019 Dr. André LauthImprensa0

O outono chegou trazendo temperaturas mais amenas. O uso da água quente no chuveiro e os banhos mais prolongados, além da diminuição da umidade, reduzem a transpiração e aumentam o ressecamento da pele. Um pequeno e inofensivo ressecamento, se não hidratado, pode provocar coceira, descamação, vermelhidão e rachaduras. Nesse estágio, a pele torna-se sensível e facilita a entrada de bactérias e micro-organismos. E por isso, pode ser uma boa hora para procurar um dermatologista.
Conversei um pouco sobre o assunto com a equipe da TV Tarobá. Confira a entrevista.

 

Saiba mais sobre rosácea

Saiba mais sobre dermatite atópica

 


cuidado-procedimentos-esteticos-dermatologista-curitiba.png

14 de fevereiro de 2019 Dr. André LauthRecomendações0

Se você está em busca de tratamentos para combater o envelhecimento ou harmonizar a estrutura do seu rosto, os procedimentos estéticos são grandes aliados e atualmente podem até substituir uma cirurgia plástica.

Mas, o que deveria te ajudar a melhorar sua autoestima, pode te trazer ainda mais dor de cabeça. Por isso, se você quer realizar algum procedimento estético de forma segura, é bom tomar alguns cuidados:

  1. Escolha um profissional de confiança. Procure por indicação de amigos, ou mesmo opiniões na internet, mas sempre confira alguns dados antes da consulta. Todo dermatologista deve ter registro ativo no Conselho Regional de Medicina do seu estado e você encontra isso no site do CRM de cada estado. O especialista em qualquer área da medicina possui também o RQE, registro de qualificação de especialidade, que certifica que ele fez especialização ou residência médica e foi aprovado para atuação pela respectiva sociedade da especialidade. Para manter-se ativo na especialidade, ele ainda tem que comprovar atualização contínua junto à sociedade.
  2. Observe o consultório do dermatologista. Todo consultório deve ter licença sanitária para funcionar. Se não estiver exposta, questione o profissional;
  3. Tire todas as suas dúvidas antes de realizar. Não se sinta constrangido em expor seus medos e dúvidas. Um procedimento estético é um investimento alto e que envolve sua saúde. Assim, você só deve realizá-lo se estiver seguro. Se não tiver 100% de certeza, desmarque e reflita mais um pouco sobre o assunto;
  4. Conheça o material que será utilizado. Questione o dermatologista sobre as marcas das substâncias que serão utilizadas e como a aplicação será feita. Na sequência, busque mais informações sobre elas. Você tem o direito e a obrigação de saber o que está sendo injetado no seu corpo;
  5. Cuidado com as redes sociais. Não escolha o profissional com base nas fotos de antes e depois postadas nas redes, pois não há como ter certeza se aqueles resultados são do dermatologista em questão, se a imagem não foi manipulada digitalmente, se os resultados foram duradouros ou desapareceram rápido, etc. Além disso, o Conselho Federal de Medicina aconselha os dermatologistas a não postar “antes e depois” para não passar às pessoas a falsa imagem de que existem tratamentos mágicos. Todo tratamento pode trazer dor ou desconforto, tem seu tempo de recuperação e tem seu riscos, inclusive de não trazer os resultados esperados ou de ter complicações.
  6. Tomados todos os cuidados, confie na experiência do dermatologista escolhido. Existem muitos tratamentos e muitas maneiras diferentes de obter resultados semelhantes. O que muda é o paciente. Para cada pessoa, existe um tratamento mais indicado, então não fique triste se o médico disser que o tratamento que você queria não é o melhor para você.

Cuide bem da sua saúde e da sua beleza!

Dr. André Lauth

Dermatologista Curitiba


Bioestimulador-de-colágeno-Dermatologista-Curitiba-1200x1200.jpg

29 de janeiro de 2019 Dr. André LauthProcedimentos0

Os bioestimuladores disponíveis são o ácido poli-L-láctico  e a hidroxiapatita de cálcio. Eles são substâncias absorvíveis pelo nosso organismo. Mas, suas partículas possuem um tamanho específico que estimulam uma resposta do nosso corpo que termina por produzir colágeno e outros elementos de sustentação da nossa pele.


Logo-Andre-Lauth-rodape- dermatologista curitiba

Responsável Técnico:
Dr. André Lauth - Dermatologista
CRM-PR 21.744

Todo conteúdo deste site tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação.
Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Últimas Notícias

©2018 ANDRÉ LAUTH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS